the parallel records [y]earbook


enviar este post por e-mailt



lembrar os meus dados (?)



toda a informação pessoal fornecida será¡ gerida com base na privacy policy de blogger.com. mais informação



edição de 2008 do habitual anuário sonoro:

peter broderick
. home |
a weather . cove | erik enocksson . with its dark tail curled ’round the garage | james blackshaw . litany of echoes | a silver mt. zion . 13 blues for thirteen moons | mogwai . the hawk is howling | the rural alberta advantage . hometowns | tindersticks . the hungry saw | bon iver . for emma, forever ago | plants and animals . parc avenue | camané . sempre de mim | silver jews . lookout mountain, lookout sea | woods . at rear house | the mountain goats . heretic pride | american music club . golden age | beach house . devotion | sun kil moon . april | the dodos . visiter | fuck buttons . street horrrsing | aaron thomas | follow the elephants



the parallel records [y]earbook | 2007

the parallel records [y]earbook | 2006

the parallel records [y]earbook | 2005


9 comentários a “the parallel records [y]earbook”

  1. Anonymous ni 

    glup!

  2. Blogger vera. 

    obrigada, venho aqui e encontro (sempre) músicas para flutuar

  3. Anonymous fdv 

    ni: glup! :-)




    vera: de nada :-)

  4. Blogger vera. 

    Peter Broderick tem 21 anos, soube ontem... 21 anos e tem isto tudo dentro dele...como é possível

  5. Blogger FDV 

    21 !?

    é brilhante!

  6. Blogger LP 

    jovem. nesta tua lista me gusta THE DODOS.

    Uma questão apenas. FLEET FOXES, não são dignos de integrar esta lista??

  7. Blogger FDV 

    bulek, não ouvi fleet foxes.

    se quiseres emprestar-me o disco eu agradeço.

    abraço

  8. Blogger LP 

    claro que sim meu caro, mas para isso terás de apanhar o intercidades para Braga ;)

    Outra especificidade: THE DODOS é uma homenagem a uma espécie de aves endémica da ilha Maurice (Índico) e que foi extinta no sécXVII. Há especialistas que consideram os portugueses os autores de tal façanha, uma vez que foram os primeiros a lá chegarem, no entanto não existe consenso, porque outros atribuem esse feito aos holandeses.

    Quanto à etimologia da palavra DODO, parece mesmo advir do Português "estás doido" ou do Amarantino (tás doudo!!! onde é que eu já ouvi isto, lol) - uma vez que essa espécie digamos que se comportava de uma forma um tanto ou quanto histérica e peculiar.

  9. Blogger FDV 

    já conhecia parte dessa especificidade acerca do dodo.

    o "estás doudo" das margens do tâmega também me é muito familiar e faz algum sentido. :-)

    está para breve a ida a braga [com ou sem guitarra ainda está por decidir]. dependerá do preço do gasóleo.

clique para registar um comentário


autor

entrada

arquivo

projecto

rede

eco

difusão